|| Nutrição das Plantas
Blog

Nutrição das Plantas

Nutrição das Plantas

18 dez

As plantas, por serem organismos fotossintetizantes, são chamadas autotróficas, isto é, produzem seu próprio alimento. Neste artigo iremos estudar como os vegetais convertem elementos químicos e água, presentes no solo, em energia e células estruturais através de reações com a luz solar.

A luz solar, apesar de parecer branca, é composta por comprimentos de onda diferentes – já que a luz é um tipo de energia eletromagnética – e cada comprimento de onda nos parece como as cores que vemos no arco-íris quando a luz branca  é refratada, ou seja, decomposta.

Nas plantas, as moléculas responsáveis por capturar e utilizar a luz são as clorofilas, que encontramos de quatro tipos, sendo clorofilas a, b, c e d. A clorofila a é responsável por converter energia solar em energia química. Tal energia química pode ser encontrada nas plantas através de variados compostos, como carboidratos – celulose, amido, sacarose, glicose e frutose – lipídios como os óleos e, ainda, proteínas.

Entretanto, de nada adiantaria a luz do sol se não fossem os elementos químicos e a água que as plantas absorvem diretamente do solo ou, mais especificamente – considerando o local onde estão – o substrato. Tais elementos, ditos essenciais – porque sem eles a planta sofrerá algum tipo de deficiência – conforme participam de diferentes reações nas plantas são divididos em duas categorias: macro e micronutrientes.

Os macronutrientes são requeridos em grandes quantidades e geralmente atuam como reguladores. São eles o carbono, o oxigênio, o hidrogênio, o nitrogênio, o potássio, o cálcio, o magnésio, o fósforo e o enxofre.

Os micronutrientes são requeridos em quantidades pequenas e participam da estrutura dos componentes celulares. São eles o cloro, o ferro, o manganês, o boro, o zinco, o cobre, o molibdênio e o níquel.

Assim, as raízes absorvem tais elementos através do que chamamos seiva bruta; uma vez levados até as clorofilas, tais elementos sofrem reação com a luz solar, formando a seiva elaborada que é distribuída por toda a planta.

Nos próximos artigos iremos destacar o papel de cada um desses elementos dentro do metabolismo vegetal.

Até a próxima!